R. Alves Guimarães, 1127, Pinheiros, São Paulo    (11) 3063-2309    Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Atendimento ao público: Terças às 20:00h e Quintas às 14:30h
Atendimento às crianças de 0 a 15 anos - Quartas à 18:00h

Ensaio Aberto do Coral do Castelã

ensaio aberto set 2016

O grandioso pequeno espetáculo. 

Quinta-feira, 6 de setembro de 2016. O dia que ficará marcado como a estréia não-oficial do nosso coral.
Um ensaio aberto foi oferecido aos poucos e ilustres ouvidos dos que estavam ali presentes.
Aliás, convidados estes tão especiais que também soltaram a sua voz, ajudando a criar uma aura ainda
mais espetacular para aquela noite. 

Se você ainda não foi em um dos nossos ensaios, por favor sinta-se convidado.
Tanto para assistir quanto para soltar a sua voz junto com a gente.

Afinal, cantar também faz bem para a alma. 

Quando: toda quinta-feira
Que horas: a partir das 20h
Onde: no salão principal

(Chegar um pouquinho antes para fazer o passe de limpeza
e participar da abertura e da subida vibratória.)

Mensagem recebida em 13 de setembro de 2016

Mensagem recebida no  23º Aniversário do Grupo Socorrista de Castelã (Médium Valéria Wagner)

Amados servidores do Cristo, quando vocês escolheram esta patrona para o nome de vossa casa, muito antes disso ela tinha escolhido vocês para que tomassem conta dela. Tinha escolhido cada um que chegou até aqui porque ela conhece profundamente a alma de cada um: os pequenos e grandes defeitos, as pequenas e grandes dificuldades, as pequenas e grandes dores de cada um. E só Ela é capaz de amá-los todos. Só Ela é capaz de colocar no colo cada um e dize: venham a mim, venham a Jesus.

Ela já disse desde o primeiro dia:”Eu trouxe cada um pela mão porque eu sabia que aqui vocês encontrariam a acolhida, o olhar amigo, o colo e o lenço para enxugar suas lágrimas quando fosse preciso. E também o riso, o companheirismo, o abraço fraterno e o sorriso à espera”. Nossa Patrona olha para cada um dos fundadores, dos trabalhadores, dos alunos e de cada assistido que aqui chega. Nada é por acaso e Ela tenta ensinar a cada um de nós, trabalhadores do lado de cá, como sentir Jesus. Não como um Mestre distante, mas como um amigo. Aquele que se senta ao nosso lado e para para nos ouvir todas as nossas dúvidas, angústias e até para contar as nossas vitórias e crescimento espiritual.

Não deixem Jesus longe. Ele está muito perto sempre. Quando lerem suas palavras, parábolas no Evangelho, pensem que Ele está ao lado de cada um, perguntando se entenderam o que Ele disse, se querem que Ele explique alguma coisa, se falta algo, como colocar aquilo em suas vidas. Tenham Jesus como amigo ao lado todos os dias. E tenham Maria de Magdala, nossa irmã maior, nossa Patrona, que os escolheu e não foi escolhida. Ela chegou sempre primeiro com muita alegria.

Que Jesus os ajude a continuar com essa Casa, da maneira como Ela gosta, com amor, com alegria, com aconchego, esquecendo as críticas, esquecendo as dúvidas, simplesmente nos dando as mãos num mundo de tanto sofrimento, violência e Guerra. Este é um lugar de paz e temos que espalhar a paz pelo mundo, começando dentro de nós.

Parabéns Castelã, parabéns Maria de Magdala, por mais um aniversário em uma de Suas casas no mundo. Parabéns a todos.

 

 

Cerimônia de Passagem para Servidor do dia 04 de setembro de 2016

A Escola de Aprendizes de Evangelho do Castelã continua plantando suas sementinhas de caridade no mundo. A passagem para servidor das Turmas 41ª e 42ª foi mais uma prova disso. 

Os alunos dirigidos por Sônia Toledo, Ângela Orsi e suas secretárias, além dos alunos e dirigentes do outro plano, nos presentearam com mais uma linda e emocionante cerimônia. 

Nossa Casa estava especialmente irradiante e festiva nesse dia tão especial. 

Quem nunca foi a uma passagem, não sabe o que está perdendo. O cuidado e a preparação do plano espiritual durante toda a semana até o dia da solenidade. A alegria de cumprir uma etapa tão importante da vida. A emoção incontrolável de cada aluno. A responsabilidade registrada a cada lema declamado. As palavras inspiradas e corajosas de cada orador. Por mais antigo que seja o trabalhador, por mais passagens que já tenha presenciado no Castelã, tudo o que acontece em cada uma destas abençoadas cerimônias marca profundamente a alma de quem está presente. 

Abaixo, você pode sentir um gostinho do que pautou a passagem deste dia 4 de setembro lendo um trecho da mensagem transmitida pelo Mentor. 

“Já que foi falado em coragem, nós temos que ser corajosos. Não só nas ações caridosas, mas sermos corajosos em ajudar aquele ser mais difícil, nosso familiar ou colega de trabalho e até nosso colega do Centro, da Igreja, de qualquer lugar em que estivermos. E isso requer muita coragem. Coragem de perdoar de verdade e não só dizer “eu te perdoo”, de esquecer e de não ficar relembrando sempre. Devemos ser felizes ao esquecer o que foi perdoado. Afinal, por que chorarmos tantas vezes relembrando o que nos aconteceu? Precisamos ter coragem, principalmente, de nos enfrentar. E esse é o trabalho da Escola de Aprendizes do Evangelho: nos ajudar a enfrentar as nossas sombras, as nossas dificuldades, nos ajudar a vencer nossos grandes e pequenos defeitos, as nossas vaidades. Chico Xavier dizia “Um dia quando tivermos vencidos todos os nossos defeitos, falta ainda o da vaidade de ser bom.” É isso. Quando começarmos a achar que estamos muito bons, muito perfeitos, é melhor pararmos, refletirmos e voltarmos um pouco para trás. Enfim, servir é realmente alegria. E para ser servidor de Jesus temos que servir com muito amor. O amor é o principal. A alavanca fundamental para que possamos oferecer nosso trabalho todos os dias a Ele dizendo: “Mestre amado, eu fiz alguma coisa, por menor que seja, para melhorar o mundo. Mudar este mundo e, principalmente, mudar a mim mesmo. Para que no final dos tempos estejamos todos melhores e muito felizes, vivenciando as suas palavras.”

  • 1
  • 2