R. Alves Guimarães, 1127, Pinheiros, São Paulo    (11) 3063-2309    Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Atendimento ao público: Terças às 20:00h e Quintas às 14:30h
Atendimento às crianças de 0 a 15 anos - Quartas à 18:00h

  • Home
  • Notícias
  • Cerimônia de Passagem para Servidor do dia 04 de setembro de 2016

Cerimônia de Passagem para Servidor do dia 04 de setembro de 2016

A Escola de Aprendizes de Evangelho do Castelã continua plantando suas sementinhas de caridade no mundo. A passagem para servidor das Turmas 41ª e 42ª foi mais uma prova disso. 

Os alunos dirigidos por Sônia Toledo, Ângela Orsi e suas secretárias, além dos alunos e dirigentes do outro plano, nos presentearam com mais uma linda e emocionante cerimônia. 

Nossa Casa estava especialmente irradiante e festiva nesse dia tão especial. 

Quem nunca foi a uma passagem, não sabe o que está perdendo. O cuidado e a preparação do plano espiritual durante toda a semana até o dia da solenidade. A alegria de cumprir uma etapa tão importante da vida. A emoção incontrolável de cada aluno. A responsabilidade registrada a cada lema declamado. As palavras inspiradas e corajosas de cada orador. Por mais antigo que seja o trabalhador, por mais passagens que já tenha presenciado no Castelã, tudo o que acontece em cada uma destas abençoadas cerimônias marca profundamente a alma de quem está presente. 

Abaixo, você pode sentir um gostinho do que pautou a passagem deste dia 4 de setembro lendo um trecho da mensagem transmitida pelo Mentor. 

“Já que foi falado em coragem, nós temos que ser corajosos. Não só nas ações caridosas, mas sermos corajosos em ajudar aquele ser mais difícil, nosso familiar ou colega de trabalho e até nosso colega do Centro, da Igreja, de qualquer lugar em que estivermos. E isso requer muita coragem. Coragem de perdoar de verdade e não só dizer “eu te perdoo”, de esquecer e de não ficar relembrando sempre. Devemos ser felizes ao esquecer o que foi perdoado. Afinal, por que chorarmos tantas vezes relembrando o que nos aconteceu? Precisamos ter coragem, principalmente, de nos enfrentar. E esse é o trabalho da Escola de Aprendizes do Evangelho: nos ajudar a enfrentar as nossas sombras, as nossas dificuldades, nos ajudar a vencer nossos grandes e pequenos defeitos, as nossas vaidades. Chico Xavier dizia “Um dia quando tivermos vencidos todos os nossos defeitos, falta ainda o da vaidade de ser bom.” É isso. Quando começarmos a achar que estamos muito bons, muito perfeitos, é melhor pararmos, refletirmos e voltarmos um pouco para trás. Enfim, servir é realmente alegria. E para ser servidor de Jesus temos que servir com muito amor. O amor é o principal. A alavanca fundamental para que possamos oferecer nosso trabalho todos os dias a Ele dizendo: “Mestre amado, eu fiz alguma coisa, por menor que seja, para melhorar o mundo. Mudar este mundo e, principalmente, mudar a mim mesmo. Para que no final dos tempos estejamos todos melhores e muito felizes, vivenciando as suas palavras.”